Google+ Followers

terça-feira, 21 de junho de 2016

Há importância no NOME de Deus?


Que importância existe em pronunciar, usar, defender ou citar o nome de Deus?
Pode-se prezar e entender bastando o uso do 'título' Deus, do 'pronome' Senhor ou da 'expressão' Pai, todavia, por que muitos usam o NOME Jeová? Por que tanta discussão por causa de um nome?
...E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (Atos 2:21) E aí, qual é o nome do Senhor?
A Bíblia é para ensinar, repreender, disciplinar em justiça, dentre outras boas coisas, mas não é para ser usada a fim de magoar, ofender, criticar, nem desrespeitar pessoas nem organizações. (2 Timóteo 3:16, 17)
Os que estão preocupados com a queda do número de fiéis de sua igreja e não com a QUALIDADE E VERACIDADE DO ENSINO, criticam e ofendem arduamente os que seguem o verdadeiro Deus.
“Deixarei um povo humilde e modesto restar no seu meio, E eles se refugiarão no nome de Jeová.” (Sofonias 3:12) -Joca Vitorino
[Uma das razões pelas quais a cristandade merece a futura destruição é sua contribuição para o analfabetismo espiritual, comum entre os frequentadores de igreja, além de seu evidente ódio ao nome de Deus. Na Idade Média, o nome de Deus era razoavelmente bem conhecido na Europa. Esse nome, representado por quatro letras hebraicas chamadas de Tetragrama e em geral transliterado YHWH (ou JHVH), aparecia em moedas, em fachadas de casas, em muitos livros e Bíblias e até mesmo em algumas igrejas católicas e protestantes. No entanto, a tendência em tempos recentes tem sido excluir o nome de Deus das traduções da Bíblia e de outros usos. Uma indicação disso é a Carta às Conferências Episcopais sobre ‘O Nome de Deus’, de 29 de junho de 2008, da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. Nessa Carta, a Igreja Católica Romana instruiu que o Tetragrama em suas variadas traduções devia ser substituído por “Senhor”. A diretriz do Vaticano é que o nome de Deus não deve ser usado nem pronunciado em hinos e orações nos cultos católicos. E os líderes de outras religiões, da cristandade e de fora dela, também têm ocultado a identidade do Deus verdadeiro a milhões e milhões de adoradores.] http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2011041
Jeová [forma causativa, no imperfeito, do verbo hebr. ha·wáh (vir a ser; tornar-se); significando: “Ele Causa que Venha a Ser”].
“Pois o Grandioso que a fez  é como um marido para você, Jeová dos exércitos é o seu nome.
O Santo de Israel é o seu Resgatador. Ele será chamado de Deus de toda a terra.” (Isa. 54:5)
Qual é a questão afinal? Deu para perceber o que há por trás de não divulgar o nome de Deus?

Pensamento: "Eu sou Jeová. Esse é o meu nome; não dou a minha glória a nenhum outro, nem o meu louvor a imagens esculpidas." (Isaías 42:8)


sábado, 11 de junho de 2016

Crise nacional ou crise moral?


Diante da situação moral em que nos encontramos não nos é necessário acrescentar muito depois disso.
"Não pretendemos que as coisas mudem se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado". Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que as soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. “Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”. -Albert Einstein

Ó Jeová, quem pode ser hóspede na tua tenda? Quem pode residir no teu santo monte?  Aquele que anda de modo íntegro, Que faz o que é certo e que fala a verdade no coração.
 Ele não usa a língua para caluniar. Não faz nenhum mal ao seu próximo e não difama seus amigos.  Ele rejeita aquele que é desprezível, mas honra os que temem a Jeová. Não deixa de cumprir a sua promessa, mesmo com prejuízo para si.   Não empresta seu dinheiro com juros e não aceita suborno contra o inocente.
Quem age assim nunca será abalado.” (Salmo 15:1-5)

Pensamento: “Eu era moço, também fiquei velho, e, no entanto, não vi nenhum justo completamente abandonado, nem a sua descendência procurando pão.” (Salmo 37:25

domingo, 5 de junho de 2016

Ordem e progresso num manifesto


“Que todas as coisas ocorram com decência e ordem.” (1 Coríntios 14:40)
Essas palavras são inspiradas, derivadas do Deus Todo-Poderoso, sendo assim, raciocinemos: em alguns momentos, assistimos, ouvimos dizer ou nos dirigem a palavra falando sobre assuntos espirituais, mas, assuntos espirituais devem ser tratados com respeito e propriedade e não é dessa forma que vemos tais coisas por aí. (João 8:32; 17:3) Por exemplo (real), um membro de certa igreja me convidou para um culto dizendo, como se fosse algo interessante, que lá na igreja deles expulsavam demônios, ao que respondi positivamente: “Lá onde congrego o demônio sequer entra, pois lá é a casa de Jeová e demônios não frequentam onde é lugar de Deus.” Ele nem teve ação para comentar nada. Ficou parado, refletindo e disse que nem tinha percebido essas considerações, que teria muito o que conversar sobre isso. A própria Bíblia informa: “Você crê que há um só Deus? Faz muito bem. Contudo, os demônios creem e estremecem.” (Tiago 2:19) Para meditar, não é?
Deus é Deus de ordem, de paz. Tudo de Deus é organizado e bem feito. Sendo assim, lamentamos dizer às pessoas sem certeza, sem convicção, sem autoridade, sem preparação e sem o verdadeiro Deus que leiam e aprendam o que a Bíblia ensina, pois o homem é falho, imperfeito e pecador e a sabedoria de cima é a que importa.

“Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois nós somos templo de um Deus vivente, como Deus disse: “Residirei entre eles e andarei entre eles, e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.” (2 Cor. 6:16) Essa é a garantia que Deus dá. Creia mais nisso do que nos homens.

“Estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” (Mat. 24:14) – “Isso é bom e agradável à vista do nosso Salvador, Deus,  que deseja que todo tipo de pessoas sejam salvas e venham a ter um conhecimento exato da verdade.” (1 Tim. 2:3, 4) Quem está fazendo essa obra?

Joca Vitorino


Pensamento: “Deus não é Deus de desordem, mas de paz.” (1 Coríntios 14:33)