Google+ Followers

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Um ser de família

O que uma pessoa madura pode querer quanto às demais pessoas? O bem. O bem se transfere e transfere-se sem ferir, sem mentir, sem se acovardar. E a pessoa de paz deseja que Deus abençoe, perdoe, dê sabedoria e paz, porque a paz de Deus supera os demais pensamentos e aí a pessoa não se sente incomodada nem incomoda alguém. De tudo o que mais desejo é que tenha paz. Para viver bem e criar nosso filho bem mais. Que você use a sabedoria de cima para mostrar que aprendeu a viver por conviver com alguém que tem o prazer de fazer o outro feliz, mesmo que o outro tenha outros planos. O que importa sempre e mais do que tudo é que a pessoa seja FELIZ e que você saiba que fez parte daquilo e que um dia, breve, ao amadurecer também vai lembrar, não vai esquecer que aquele alguém cuidou de você, mesmo quando você não percebia, não via ou não queria. Porque ser homem não é só ter uma mulher ao seu lado. É suportar 'todas as coisas', se empenhar em honrar o nome e manter a dignidade e a paz na família. São alguns anos de luta, de labuta, mas o mais difícil sempre foi tolerar ideias de pessoas que nem me conhecem dizer o que você devia fazer. A beleza é vazia se não tiver o 'jardineiro' da paz para regar, cuidar e manter todos os dias. Quem está lá fora não sabe de nada. Ou quer saber por fazer maus comentários e incita o outro a fazer a família sofrer desgaste, baque, como Satanás tão bem faz. E ele só faz bem do jeito dele quando acha quem lhe dê ouvidos. Eu sou homem de boa personalidade, de caráter resolvido e lapidado em uma família de pessoas honestas, então não aceito intromissão de quem sequer tem família para prezar. O meu amor é a minha FAMÍLIA. Nisso ninguém nos vence.
Que o bondoso, soberano, maravilhoso, supremo, eterno e justo Deus Jeová abençoe a cada um de nós individualmente, como família e coletivamente em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

Pensamento: “Assim diz Jeová, seu Resgatador, o Santo de Israel: “Eu, Jeová, sou o seu Deus, Aquele que ensina o que é melhor para você, Aquele que o guia no caminho em que deve andar.
Como seria bom se você prestasse atenção aos meus mandamentos! Então a sua paz se tornaria como um rio, e a sua justiça como as ondas do mar.” (Isaías 48:17, 18)

sábado, 24 de dezembro de 2016

FIM

Todo começo é o fim de algo.
Todo começo é o final de uma coisa principal.
Fim é (re) começar do seu jeito; uma nova chance para si mesmo.
Para estar satisfeito com alguma coisa, para estar plenamente satisfeito, tem que ter aquilo finalizado. E o fim daquilo é o começo de uma nova etapa. Assim é a vida e o nosso modo de viver.
Finalizado os estudos partimos rumo ao emprego. Finalizada a adolescência, seguimos com maturidade com a proposta de sermos adultos responsáveis. Finalizada a abordagem teocrática, segue-se a vida espiritual, revestida da nova personalidade.  (Efé. 4:22-24) Finalizando qualquer coisa, rompemos com um passado talvez indesejável e nos achegamos a algo provavelmente melhor. Assim pode ser com um romance, onde ‘terminar’ não significa necessariamente que ‘acabou tudo’. Acabou aquele envolvimento, desgastou-se. Mas, o coração descansa na paz e encontra refúgio e morada para um novo relacionamento, pois o AMOR dura o tanto inimaginável, porque amar é coisa que não acaba nunca; quem amou ainda é capaz de fazê-lo.
Hoje escrevi para uma querida pessoa da minha amizade: “Existe, na vida, o desejo de fugir de certas responsabilidades e de livrar-se de frustrações, então um culpa o outro para que não tenha que suportar o peso sozinho. Quem quer que nos sintamos fracos, desanimados, com sentimento de culpa e aparentemente sem perdão? O amor não faz o outro ser humilhado; ele se une em querer resolver o problema e juntos tentam, fortalecendo a relação. Pode ser quanto ao romance, a amizade ou a simples manutenção de um carinho. Mas, juntos é que as coisas se resolvem. Ninguém pode ser feliz sozinho. Enfrente os desafios, lute, seja corajosa e perseverante. Nada vence o amor, mas, se não for amor, ainda é belo porque você se deu. E o que você perdeu? Quem ama, amará outra vez. Difícil é pra quem não sabe amar. Quem não ama, sequer sabe viver. Tropeça nas ideias mesquinhas e covardes que possui. NÃO DESISTA, LUTE, LUTE E LUTE. Felicidades. 
Fim é o começo de um novo proceder.
FIM.
(Para você e para mim).-Joca Vitorino


Pensamento: “A Palavra de Deus é viva e exerce poder...” (Hebreus 4:12) 

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Amor e mais um pouco

Fiquei feliz
Queria sexo e fiz.

Toquei no seu nariz,
Beijei a sua boca,
Afaguei os seus cabelos,
Abracei a sua roupa.

Olhei você nos olhos,
Sorri o seu sorriso,
Falei no seu ouvido,
Permaneci calado.

Senti o seu toque,
Vibrei com seu carinho,
Nunca me deixou sozinho,
Nem me deixa falar só.

A nossa companhia
Seguida de alegria
Cativou os espectadores

E eles, sem noção
Do que há em um coração

Pensaram que sexo era só o corpo (no outro).-Joca Vitorino

Pensamento: “No entanto, no que se refere ao amor fraternal, vocês não precisam que lhes escrevamos, pois vocês mesmos são ensinados por Deus a amar uns aos outros.” -1 Tes. 4:9

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Está fazendo assim?

“Ainda há [sementes] que são semeadas entre os espinhos. Essas representam os que ouvem a palavra, mas as ansiedades deste mundo, o poder enganoso das riquezas e os desejos de todas as outras coisas interferem e sufocam a palavra, e ela se torna infrutífera.” (Marcos 4:18, 19)
Nossos pensamentos não são os pensamentos de Jeová Deus, que são mais elevados do que os nossos. Nem os nossos caminhos. (Isaías 55:9) Temos que nos permitir o aprender. (João 17:3)
Temos manias, falhas, imperfeições e pecados, entretanto nada disso é desculpa para erros cometidos irrefletidamente, e se for, que o arrependimento o faça receber o perdão.
“Amazias tinha 25 anos de idade quando se tornou rei, e reinou por 29 anos em Jerusalém. O nome da sua mãe era Jeoadã, de Jerusalém.  Ele fazia o que era certo aos olhos de Jeová, mas não de pleno coração.  ... A partir do momento em que Amazias deixou de seguir a Jeová, conspiraram contra ele em Jerusalém e ele fugiu para Laquis, mas mandaram homens atrás dele até Laquis e o mataram ali.” (2 Crônicas 25:1,2, 27)

O que aprendemos disso? Servir a Deus não é simplesmente ir à Casa de Adoração, pregar a palavra ou amar ao próximo; é uma questão de profundidade maior: servir de coração. Está fazendo isso? -Joca Vitorino

Pensamento: “Persistam, então, em buscar primeiro o Reino e a justiça de Deus, e todas essas outras coisas lhes serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Um ato melhor que nobre

Ele veio reclamando e queixando-se das peças que a vida lhe pregara e das suas dificuldades. Reclamava do sol muito ativo, da chuva que não parava e da noite que não o deixava concluir seus afazeres. Ele é uma pessoa comum e pode estar em qualquer lugar. Pode estar ao seu lado, pode fazer parte da sua família, da sua relação; pode ser alguém que você não imagina viver sem.
Ser ingrato, resmungão e desprezível é algo que ninguém sequer cogita ser. Mas é o que muitos são.
Sabemos bem onde os resmungos podem levar. Lembrem dos israelitas salvos das mãos tirânicas do faraó: resmungaram, reclamaram, cometeram diversos atos maus, desagradáveis e pecados. “[Não] sejamos resmungadores, assim como alguns deles resmungaram, só para perecerem pelo destruidor.” — 1 Coríntios 10:6-11. Atos impensados, ira e dor tiram a paz.

Assim como certos metais tendem a enferrujar-se, os humanos imperfeitos tendem a se queixar. Devemos ficar alertas contra qualquer sinal nesse sentido. E assim como a umidade e a salinidade do ar aceleram o processo de ferrugem, a adversidade nos deixa mais inclinados a resmungar. O estresse pode transformar uma pequena irritação num grande ressentimento. Com a progressiva piora das condições nos últimos dias deste sistema, as possíveis causas de queixa provavelmente aumentarão. (2 Timóteo 3:1-5) Assim, um servo de Jeová talvez comece a resmungar do outro. A causa talvez seja trivial, como o descontentamento com certas fraquezas, habilidades ou privilégios de serviço que alguém possa ter. (http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2006524?q=resmungar&p=par#h=38)
O perdão e a gratidão promovem a união.-Joca Vitorino

Pensamento: "Revistam-se de amor, pois é o perfeito vínculo de união." (Colossenses 3:14b)


quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Coisas que nos magoam

Indiferença,
Ingratidão,
Violência,
Intriga,
Difamação.
Coisas assim nos magoam, contudo, o que mais magoa são as ações destemperadas de quem prezamos (mas que não quer nada). O que magoa é o mau trato de quem recebe seu carinho, é a incerteza em seguir tal caminho; é a dúvida, seja ela sobre o que for.
Coisas que nos magoam são atitudes desrespeitosas, pessoas que falam falsidade contra nós, são 'facadas' por trás (é abraçar seu algoz). É o elemento confiança ser jogado fora simplesmente por pouca coisa e o sorriso disfarçado e cínico de quem gostamos.
Coisas que nos magoam é o tempo dedicado a quem não mereceu, é o erro do outro dizer que foi meu, é  dar abraços e receber desprezo.
Enfim, coisas que nos magoam é ser tratado como indecente, avaliar sua vida como se fosse descrente, é atirar no bondoso e posar de inocente. É receber o salário e investir no que não é seu, é pregar pra quem faz a vez do ateu e só na tragédia é que chama por Deus.-Joca Vitorino

Pensamento: “Palavras impensadas são como os golpes de uma espada.” (Provérbios 12:18a)

A MORTE ANTES DA MORTE

Viver é amar.
Quando não se ama mais, perde-se o ímpeto de viver; aquela vida bem lá dentro do coração, que nos faz ter ânimo, bom humor, paz e alegria.
A morte antes da morte é viver sem motivação, sem entusiasmo, sem felicidade.
A morte antes da morte é ter uma família nominal e não ter compreensão, respeito, companheirismo, partilhamento...
A morte antes da morte é sobreviver, subjugado, desamparado, apontado -e não viver.
A morte antes da morte é o alcançar o amaldiçoado e ter sua companhia, ter essa má relação dia a dia e não alcançar a paz.
A morte antes da morte é não concluir um afazer, é não cumprir o dever, é não procurar o que fazer.
A morte antes da morte é não ser útil para alguém, é não amar ao próximo, é não se achegar a Deus.
A morte antes da morte passa a ter um critério: de não ser um mistério, pois todos sabem o que vai acontecer se não obedecer.
A morte antes da morte é tirar a alegria dos outros, é fofocar, hostilizar, desagradar...
A morte antes da morte, é mais do que tudo, viver sem ter somado nada a si nem a ninguém.-Joca Vitorino


Pensamento: “Tomo hoje os céus e a terra como testemunhas contra vocês de que pus diante de você a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolha a vida para continuar vivo, você e seus descendentes.” (Deuteronômio 30:19)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

QUAL É A SUA LIMITAÇÃO?

O tempo não ama você.
O tempo nem espera sequer. Ele segue despreocupadamente sem se importar se você precisa dele mais um pouco. O tempo é incontrolável.
'Ela seguia uma vida onde quem olhava imaginava imediatamente: ‘Eu, no lugar dela nem sairia de casa, imagine pregar!’ Mas, para surpresa de muitos, foi exatamente o contrário que a tornou um exemplo grandioso de pessoa. Não de pessoa grandiosa, mas de pessoa humilde no sentido mais amplo e extremo da palavra. E como diz a Palavra de Deus: ‘Quem se enaltecer, será humilhado, e quem se humilhar, será enaltecido.” (Mateus 23:12)
Ela, mulher madura, sem pernas, braços inoperantes, realiza diversas tarefas com a língua, inclusive buscar textos bíblicos e enviar mensagens pelo computador, escrever cartas e envelopá-las.
Se uma pessoa aparentemente impossibilitada, limitada por  seus membros do corpo, consegue dar-se no serviço sagrado, seguindo o exemplo de Cristo, pense você aí, do conforto do seu lar: “Qual é a minha limitação?” E tenha muito cuidado para que a resposta não seja  a limitação moral ou espiritual. Porque, dos caminhos (do livre-arbítrio) que o homem escolher seguir, não esqueça ele que a colheita há de vir. Ela há de ser feita. Então, amados, plantem bem e colham frutos segundo as suas semeaduras. De quem haverá de queixar-se depois?
Precisamos exercitar o coração: “O temor de Jeová ensina a pessoa a ser sábia, E antes da glória vem a humildade.” (Provérbios 15:32, 33) Joca Vitorino

Pensamento: “Lembre-se do longo caminho pelo qual Jeová, seu Deus, o fez andar [durante] 40 anos no deserto, para torná-lo humilde e pô-lo à prova, a fim de saber o que havia no seu coração, se você guardaria ou não os seus mandamentos.  Ele o ensinou a ser humilde e o deixou passar fome, e o alimentou com o maná, que você não conhecia, nem os seus pais conheciam, para que soubesse que o homem não vive somente de pão, mas de toda expressão da boca de Jeová. (Deuteronômio 8:2, 3)

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A alegria tem uma fonte

O que Jeová realiza o torna alegre. (Salmo 104:3) Isso nos faz perceber o quanto de alegria dá fazer o que é bom, e podemos nos perguntar: “Por que alguns fazem  que é mau?” Se a alegria só causa boas coisas, não há mesmo motivo para fazer o contrário.
Tudo o que é bom vem de Jeová. (Tiago 1:17)
‘A verdadeira alegria é uma qualidade do coração, e pode influir no corpo inteiro para o bem. “O coração alegre tem bom efeito sobre o semblante”, e “o coração alegre faz bem como o que cura [ou, “faz bem ao corpo”]”, diz o sábio escritor de Provérbios.’ — Pr 15:13; 17:22 n.
A fonte da nossa alegria é o Criador e sua consequência é vida e paz.


Pensamento: “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: Alegrem-se!” (Fil. 4:4)

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Decisão – o que fazer quando obrigado a isso?


Tomar decisão ou decisões é característica de quem assinou um ‘colher em paz’.
Decisão é algo que necessita escolher entre mais de uma saída, sendo que apenas uma trará benefícios.
Decidir é escolher e entender que as consequências virão. (E que vai ter que conviver com elas).
Decidir implica em errar ou acertar, por isso carece de atenção especial.
Decisão é optar entre isso ou aquilo; o que é melhor para você.
Só quem toma boas atitudes toma boas decisões; aquelas necessárias para uma colheita sadia.
                                                                                                                                -Joca Vitorino
[No que se refere a tomar decisões, os humanos não têm um histórico muito bom.
Em muitos casos, os humanos ainda baseiam suas decisões mais em desejos egoístas do que em princípios justos. (Gênesis 3:6-19; Jeremias 17:9) E quando nos vemos confrontados com decisões sérias, frequentemente nos damos conta das nossas limitações.
Quando confrontados com decisões importantes, é perfeitamente apropriado certificar-nos de que nossas decisões estejam em harmonia com a vontade de Deus e reflitam sua sabedoria superior. Como? Por consultar a sua Palavra e fazer com que ela seja ‘lâmpada para o nosso pé e luz para a nossa senda’. (Salmo 119:105; Provérbios 2:1-6) Para fazer isso temos de criar o hábito de assimilar conhecimento exato da Bíblia. (Colossenses 1:9, 10)
Devemos também dirigir-nos a Jeová em oração, confiantes em que ele nos escuta. Como é consolador explicar ao nosso amoroso Deus a decisão que temos de tomar e as alternativas que consideramos. Podemos então confiantemente pedir orientação para tomar a decisão correta.
Portanto, ao tomar uma decisão importante, não se estribe na sua própria sabedoria. Procure os princípios bíblicos que se aplicam. Dirija-se a Jeová sobre o assunto. Quando possível, consulte concristãos maduros. Daí, seja corajoso. Use seu livre-arbítrio concedido por Deus de forma responsável. Tome uma boa decisão e demonstre a Jeová que seu coração é reto perante ele.]


Pensamento: “Quem é prudente vê o perigo e se esconde, mas os inexperientes vão em frente e sofrem as consequências.” (Provérbios 22:3)

terça-feira, 21 de junho de 2016

Há importância no NOME de Deus?


Que importância existe em pronunciar, usar, defender ou citar o nome de Deus?
Pode-se prezar e entender bastando o uso do 'título' Deus, do 'pronome' Senhor ou da 'expressão' Pai, todavia, por que muitos usam o NOME Jeová? Por que tanta discussão por causa de um nome?
...E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. (Atos 2:21) E aí, qual é o nome do Senhor?
A Bíblia é para ensinar, repreender, disciplinar em justiça, dentre outras boas coisas, mas não é para ser usada a fim de magoar, ofender, criticar, nem desrespeitar pessoas nem organizações. (2 Timóteo 3:16, 17)
Os que estão preocupados com a queda do número de fiéis de sua igreja e não com a QUALIDADE E VERACIDADE DO ENSINO, criticam e ofendem arduamente os que seguem o verdadeiro Deus.
“Deixarei um povo humilde e modesto restar no seu meio, E eles se refugiarão no nome de Jeová.” (Sofonias 3:12) -Joca Vitorino
[Uma das razões pelas quais a cristandade merece a futura destruição é sua contribuição para o analfabetismo espiritual, comum entre os frequentadores de igreja, além de seu evidente ódio ao nome de Deus. Na Idade Média, o nome de Deus era razoavelmente bem conhecido na Europa. Esse nome, representado por quatro letras hebraicas chamadas de Tetragrama e em geral transliterado YHWH (ou JHVH), aparecia em moedas, em fachadas de casas, em muitos livros e Bíblias e até mesmo em algumas igrejas católicas e protestantes. No entanto, a tendência em tempos recentes tem sido excluir o nome de Deus das traduções da Bíblia e de outros usos. Uma indicação disso é a Carta às Conferências Episcopais sobre ‘O Nome de Deus’, de 29 de junho de 2008, da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos. Nessa Carta, a Igreja Católica Romana instruiu que o Tetragrama em suas variadas traduções devia ser substituído por “Senhor”. A diretriz do Vaticano é que o nome de Deus não deve ser usado nem pronunciado em hinos e orações nos cultos católicos. E os líderes de outras religiões, da cristandade e de fora dela, também têm ocultado a identidade do Deus verdadeiro a milhões e milhões de adoradores.] http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2011041
Jeová [forma causativa, no imperfeito, do verbo hebr. ha·wáh (vir a ser; tornar-se); significando: “Ele Causa que Venha a Ser”].
“Pois o Grandioso que a fez  é como um marido para você, Jeová dos exércitos é o seu nome.
O Santo de Israel é o seu Resgatador. Ele será chamado de Deus de toda a terra.” (Isa. 54:5)
Qual é a questão afinal? Deu para perceber o que há por trás de não divulgar o nome de Deus?

Pensamento: "Eu sou Jeová. Esse é o meu nome; não dou a minha glória a nenhum outro, nem o meu louvor a imagens esculpidas." (Isaías 42:8)


sábado, 11 de junho de 2016

Crise nacional ou crise moral?


Diante da situação moral em que nos encontramos não nos é necessário acrescentar muito depois disso.
"Não pretendemos que as coisas mudem se sempre fazemos o mesmo. A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar "superado". Quem atribui à crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais aos problemas do que as soluções. A verdadeira crise é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar as saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios, a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. “Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la”. -Albert Einstein

Ó Jeová, quem pode ser hóspede na tua tenda? Quem pode residir no teu santo monte?  Aquele que anda de modo íntegro, Que faz o que é certo e que fala a verdade no coração.
 Ele não usa a língua para caluniar. Não faz nenhum mal ao seu próximo e não difama seus amigos.  Ele rejeita aquele que é desprezível, mas honra os que temem a Jeová. Não deixa de cumprir a sua promessa, mesmo com prejuízo para si.   Não empresta seu dinheiro com juros e não aceita suborno contra o inocente.
Quem age assim nunca será abalado.” (Salmo 15:1-5)

Pensamento: “Eu era moço, também fiquei velho, e, no entanto, não vi nenhum justo completamente abandonado, nem a sua descendência procurando pão.” (Salmo 37:25

domingo, 5 de junho de 2016

Ordem e progresso num manifesto


“Que todas as coisas ocorram com decência e ordem.” (1 Coríntios 14:40)
Essas palavras são inspiradas, derivadas do Deus Todo-Poderoso, sendo assim, raciocinemos: em alguns momentos, assistimos, ouvimos dizer ou nos dirigem a palavra falando sobre assuntos espirituais, mas, assuntos espirituais devem ser tratados com respeito e propriedade e não é dessa forma que vemos tais coisas por aí. (João 8:32; 17:3) Por exemplo (real), um membro de certa igreja me convidou para um culto dizendo, como se fosse algo interessante, que lá na igreja deles expulsavam demônios, ao que respondi positivamente: “Lá onde congrego o demônio sequer entra, pois lá é a casa de Jeová e demônios não frequentam onde é lugar de Deus.” Ele nem teve ação para comentar nada. Ficou parado, refletindo e disse que nem tinha percebido essas considerações, que teria muito o que conversar sobre isso. A própria Bíblia informa: “Você crê que há um só Deus? Faz muito bem. Contudo, os demônios creem e estremecem.” (Tiago 2:19) Para meditar, não é?
Deus é Deus de ordem, de paz. Tudo de Deus é organizado e bem feito. Sendo assim, lamentamos dizer às pessoas sem certeza, sem convicção, sem autoridade, sem preparação e sem o verdadeiro Deus que leiam e aprendam o que a Bíblia ensina, pois o homem é falho, imperfeito e pecador e a sabedoria de cima é a que importa.

“Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois nós somos templo de um Deus vivente, como Deus disse: “Residirei entre eles e andarei entre eles, e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.” (2 Cor. 6:16) Essa é a garantia que Deus dá. Creia mais nisso do que nos homens.

“Estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” (Mat. 24:14) – “Isso é bom e agradável à vista do nosso Salvador, Deus,  que deseja que todo tipo de pessoas sejam salvas e venham a ter um conhecimento exato da verdade.” (1 Tim. 2:3, 4) Quem está fazendo essa obra?

Joca Vitorino


Pensamento: “Deus não é Deus de desordem, mas de paz.” (1 Coríntios 14:33) 

domingo, 29 de maio de 2016

Vença os seus problemas, medos e anseios

Falta o que na sua vida, pra sua vida? Falta o amor? Falta a humildade? Falta o perdão?
Hoje, numa das muitas vezes em que deixei meus afazeres para 'brincar' com o meu filho caçula, percebi o quanto devemos mesmo dedicar mais de nós para as crianças, para que cresçam felizes e tenham valor moral e espiritual.
Brincar com os filhos é sinal de amor, de ternura, de bem querer. As crianças precisam e dependem disso. Muitos pais tem trocado a presença na vida dos filhos por horas extras, por viagens e por festas com os amigos. Entretanto, deveriam perguntar-se: -“Se eu fosse criança, o que preferiria, um brinquedo ou a companhia do meu pai?” E eles mesmo compreenderiam que nenhuma coisa material supre a falta de um pai.
Deixo muitos afazeres para dedicar meu tempo ao meu filho. O meu tempo é dele. Ele é causa da minha alegria e merece o que faço.
Escrevo tudo isso porque aprendi hoje como vencer o mal com  bem e o bem maior é a estrutura familiar bem alicerçada. Aprendi que não temos como evitar que outros nos façam mal, por conta do tempo e do imprevisto, mas que podemos e devemos estar preparados e que para vencer devemos perseverar em fazer o que é correto. Coisas simples, comuns e apropriadas.
Para vencer os problemas, medos e anseios, é necessário confiança no Criador, Jeová Deus. É preciso buscar conhecimento para viver e sobreviver -na Bíblia, por exemplo- ou nas pessoas maduras, com personalidade conhecida como boa, decente.
Para vencer traumas, desorientação, sofrimento, é preciso perdoar, arrepender-se, revestir-se da nova personalidade. “Continuem a renovar a sua maneira de pensar  e revistam-se da nova personalidade, que foi criada segundo a vontade de Deus, em verdadeira justiça e lealdade.” (Efésios 4:23, 24)
'Troque conversas prejudiciais por pensamentos sadios.'
Exerça autodomínio.
Para ter felicidade e contentamento, vença o mal com o bem.
                                                         Joca Vitorino

Pensamento:  “Portanto, como escolhidos de Deus, santos e amados, revistam-se de terna compaixão, bondade, humildade, brandura e paciência.  Continuem a suportar uns aos outros e a perdoar uns aos outros liberalmente, mesmo que alguém tenha razão para queixa contra outro. Assim como Jeová os perdoou liberalmente, vocês devem fazer o mesmo.  Mas, além de todas essas coisas, revistam-se de amor, pois é o perfeito vínculo de união.” (Colossenses 3:12-14)

sexta-feira, 27 de maio de 2016

ESTUPRO. -Homens não devem se calar diante disso


Na verdade, homens não estupram. Homens não precisam que seja à força. Homens nasceram de mulheres, portanto, não agrediriam desumanamente suas iguais.
#Eles não são homens.
Quem tem que se doer e defender para desfazer toda essa confusão não são as mulheres, são os homens que não só possuem membros masculinos, sim os que possuem mente masculina, porque todo homem vem de uma família, gerado, possivelmente por um homem e uma mulher, e provavelmente tem uma irmã, uma tia, uma prima, uma sobrinha, uma namorada, uma esposa ou uma amante.
As pessoas observam e absorvem isso como algo que deveria acontecer em um momento ou outro. Natural é a água de uma fonte, é o fruto de uma árvore, é o nascer e o por do sol, não o estupro!
Os homens é que não devem se calar diante disso.
Os verdadeiros homens não devem esperar que as mulheres, apenas elas se manifestem. Devem, sim, apresentar sua repugnância, seu desprezo e sua insatisfação pelo ocorrido.
#A nação não apoia isso.
Indignação é pouco diante da crueldade, da falta de virtude e da demonstração pública de vileza comprovada por elementos ditos homens, nessa sessão de poder marginal. (Joca Vitorino)
A UNICEF se manifestou dizendo: É inadmissível que a violência sexual continue sendo banalizada. Tolerância zero a todas as formas de violência contra crianças e adolescentes. <
 COMO ajudar mulheres que são vítimas de violência? Primeiro, é preciso compreender a situação delas. Muitas vezes a agressão não se restringe à violência física. O agressor costuma usar ameaças e intimidação, fazendo com que a vítima se sinta inútil e desamparada.
Como se pode ver, a violência contra a mulher é uma questão complexa. Para poder ajudar, ouça com compaixão. Lembre-se de que em geral é muito difícil para a vítima falar sobre o assunto. Seu objetivo deve ser encorajá-la a lidar com a situação sem pressionar.
A Bíblia diz: “Livrará ao pobre que clama por ajuda, também ao atribulado e a todo aquele que não tiver ajudador. Resgatará sua alma da opressão e da violência.”
...A verdade é que o agressor escolhe a brutalidade como forma de dominar a mulher.
Gênesis 1:27 diz: “Deus passou a criar o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.” Desde o início, o ser humano — tanto o homem como a mulher — foi criado com a capacidade de refletir as qualidades de Deus. Embora Adão e Eva fossem diferentes em sentido físico e emocional, os dois receberam os mesmos direitos e orientações de seu Criador. Gênesis 1:28-31. <http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/2012642#h=12> Sendo assim, o homem não é melhor do que a mulher em garantidamente nada.


Pensamento: “Por fim, irmãos, tudo que é verdadeiro, tudo que é de séria preocupação, tudo que é justo, tudo que é casto, tudo que é amável, tudo de que se fala bem, tudo que é virtuoso e tudo que é digno de louvor, continuem a considerar essas coisas.” (Filipenses 4:8)

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Aquilo que nos conduz para o que é bom

Não se ama extremamente. O extremo é sempre a lâmina que rompe a vida. Quero é viver.
Essas são palavras que demonstram madureza. Para exprimi-las é necessário discernimento sobre a vida. Viver é bom. Compreender isso traz para dentro do ser a alegria e positividade.
Observe bem o que diz a Palavra de Deus: “Porque estar sob a sua ira é [apenas] por um instante, estar sob a sua boa vontade é para toda uma vida. À noitinha talvez tome pousada o choro, mas de manhã há um clamor jubilante.” (Salmo 30:5) Entendeu? Viver é ter e subsistir na esperança de que o verdadeiro e soberano Senhor Jeová é o único e justo Deus que há, o único que dá vida e poder além do normal.
Para viver no plano sagrado, nada melhor do que a obediência ao Criador.  “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Esse texto confirma com propriedade tudo isso. Ensina-nos que devemos sempre seguir aquilo que nos conduz para o que é bom.

                                                                        Joca Vitorino

Pensamento: “O salário pago pelo pecado é a morte, mas o dom dado por Deus é a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 6:23)



segunda-feira, 16 de maio de 2016

Como disciplinar o amor

Para ter alegria na minha vida fiz de tudo: namorei muitas pessoas, trabalhei nas coisas que gosto, fiz centenas de amizades, empreguei noites curtindo, passeei, viajei, desenhei, li, escrevi, escutei, refleti e falei. É, havia feito tudo o que pensei ser agradável e valioso.
Tive tempo de amar. Amei pessoas maravilhosas, estranhas, exóticas. Amei minha família, amei a minha mãe, um amor onde o seu presente era eu. Me dava para a minha mãe com a minha consciência voltada para a felicidade e para a colheita que se há de fazer.
Fiz tudo pra ter alegria. Amei, aprendi, ministrei e depois de tudo senti um vazio. Tentei preencher minha vida trabalhando muito, curtindo muito e tentando muito muitas outras coisas, porém um vazio incalculável havia se instalado em mim e eu não sabia o que fazer. Não sabia mais o que fazer até que certo dia, duas senhoras conversavam comigo quando, num estalo, compreendi no meu coração, ou seja, discerni o que é muito profundo na Palavra de Deus quando diz: ‘Vocês conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.’ (João 8:32) E foi assim que fui preenchido, pois havia um vazio antes por causa da escuridão espiritual que as pessoas não se dão conta, mas que as afeta e atinge, e eu estava nessa escuridão, portanto, vazio do que é bom, do que causa felicidade, do amor e da presença de Deus.
O amor nunca acaba e para disciplinar o amor é preciso fé, posto que o amor é maior do que tudo.
Como assim, disciplinar o amor? Porque o amor que assistimos, ficamos sabendo por aí e que se torna notícia é um amor doentio, que na verdade, nem era para ser chamado de amor. Esse tipo de sensação tem que ser controlado, trabalhado, para tornar-se algo, ao menos, necessário.
Para ter alegria discipline-se. Não queira ‘consertar’ os outros ou os erros dos outros. Discipline a si mesmo e a recompensa será paz e felicidade.

                                                      Joca Vitorino


Pensamento: “Se eu der todos os meus bens para alimentar outros, e se eu entregar o meu corpo para me gabar, mas não tiver amor, de nada me adianta.” (1 Coríntios 13:3)

sexta-feira, 13 de maio de 2016

A que distância você está de Deus?


Ontem, conversando com uma jovem senhora, compreendi melhor o valor de uma religião, que não é como muitos andam dizendo por aí, a questão de ‘placa’, ou de quantidade de fiéis. A religião é o amor promovido por aquele grupo, onde quer que se encontre. É o respeito aos membros e aos que estão ‘lá fora’, pois o atrair de Deus não escolhe posição social, raça, sexo ou introduções específicas criadas para dar ênfase a um assunto. Deus é justo. Sempre foi, sempre será.
O valor de uma religião não consiste em dizimar a outra com palavras e más ações. A religião é para otimizar, alargar, conjuntar, unir e amar ao próximo, esse é o propósito. Então, se a religião não é capaz de sequer uma dessas coisas, a que distância está de Deus?
A que distância você está de Deus, se diz que religião é só uma placa, porque escutou alguém falar, ou um pastor falar? Se for só uma placa, se isso fosse verdade, nem eles mesmo diriam isso, pois teriam ido para outra congregação, se acreditassem mesmo nisso. Estariam em uma das muitas religiões da esquina.
A que distância você está de Deus quando permite que alguém diga algo a você, como se ensinasse, mas não comprova isso nas próprias Escrituras Sagradas? (Atos 17:2, 3)
A que distância você está de Deus quando acha que sua opinião sobre alguma questão religiosa é a mais importante e verdadeira, sem se importar com o ponto de vista do outro?
A que distância você está de Deus quando acha que pode viver uma vida dupla e só ser cristão quando está na Igreja, fora dela é um qualquer?

“ENTRAI pelo portão estreito”, disse Jesus, “porque larga e espaçosa é a estrada que conduz à destruição, e muitos são os que entram por ela; ao passo que estreito é o portão e apertada a estrada que conduz à vida, e poucos são os que o acham.” (Mateus 7:13, 14) Segundo a Palavra de Deus, existem apenas duas espécies de religião: uma verdadeira e outra falsa; uma certa e outra errada; uma que conduz à vida eterna e outra que conduz à destruição.
Lemos em Juízes 10:6, 7 que se adorarmos outro deus, senão o verdadeiro, não teremos a sua aprovação. Também em Marcos 7:6, 7 lemos que se ensinam suas próprias ideias em vez do que a Bíblia diz, isso não é aceitável ao Criador. (Confirme em João 4:24.
A que distância mesmo você está de Deus?


Pensamento: “Pelos seus frutos vocês os reconhecerão. Será que se colhem uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?” (Mateus 7:16)

Serenidade -muito prazer!


Vivemos épocas em que a moral e a ordem são descartadas como se não mais necessárias, porém, acreditamos que Deus é justo e a compaixão, isso que muitos não compreendem por causa da filosofia e imperfeição humana, traz, para o ser humano espiritualmente ajustado, a serenidade.
Sereno diz-se da pessoa calma, tranquila, sossegada e que faz as coisas minimamente calculadas, para que o resultado final seja positivo e saia da melhor maneira possível. 
Aplicado para o ser humano, sereno é o conceito geralmente associado com a capacidade de uma pessoa para agir de forma racional e forte em todos os momentos. O assunto é calma, portanto, não se deixa levar por impulsos ou por emoções. (http://oquee.com/sereno/)
A compaixão do Grandioso Criador Jeová é incomparável. Será que [a] terna compaixão é sinal de fraqueza? Na opinião de muitos humanos imperfeitos, sim. Por exemplo, o filósofo romano Sêneca, contemporâneo de Jesus e um dos mais importantes intelectuais de Roma, ensinava que “sentir pena é uma fraqueza da mente”. Sêneca era partidário do estoicismo, a filosofia que dava ênfase à calma desprovida de sentimentos. O sábio podia ajudar os necessitados, dizia ele, mas não devia ter pena, porque esse sentimento o privaria da serenidade. Segundo esse raciocínio egocêntrico, era inadmissível demonstrar compaixão de coração. Mas Jeová não é assim. Na sua Palavra, ele nos assegura que “é mui terno em afeição e é compassivo”. (Tiago 5:11, nota, NM com Referências) Como veremos, a compaixão não é uma fraqueza, mas uma qualidade forte e vital. Analisemos como Jeová, igual a um pai ou uma mãe amorosos, a manifesta.
Sejamos constantes, inabaláveis, cheios de fé e perseverança, com esperança.
Serenidade -muito prazer!
                                                                Joca Vitorino
Pensamento: "A pessoa prudente vê o perigo e se esconde, mas os inexperientes vão em frente e  sofrem as consequências." (Pro. 27:12)

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Preste a devida atenção


O som da chuva caindo lá fora causava um relaxamento. Era esse interesse que as pessoas deveriam ter na vida; o de prestar atenção às mínimas coisas advindas da natureza. O de prestar atenção em como é maravilhoso o nosso Grandioso Deus, que nos conforta, anima, inspira e guia nos bons caminhos que devemos trilhar.
Prestar atenção significa manter a vigilância.
“Presta constante atenção a ti mesmo e ao teu ensino. . . . Por fazeres isso, salvarás tanto a ti mesmo como aos que te escutam.” (1 TIMÓTEO 4:16). Percebeu? Isso significa manter-se atento.
Prestar atenção pode salvar a sua vida. Lembre do que a Bíblia diz sobre Noé, que ele fez 'exatamente' como Jeová Deus o instruiu. (Gên. 6:22) 
Prestar atenção é ser obediente.
                                                                           Joca Vitorino

Pensamento: "Seja sábio, meu filho, e alegre meu coração, para que eu possa dar uma resposta àquele que me desafia." (Pro. 27:11)

terça-feira, 3 de maio de 2016

Bom para meditar, não é?


O QUE AS PESSOAS TEM NO CORAÇÃO?
Maltratam tanto os seus semelhantes!
Venderam homens como a coisas. (E se vendem, até).
Desrespeitam pessoas como se não valessem nada.
O que as pessoas tem no coração?


AS NOSSAS ESCOLHAS PODEM NOS LEVAR PARA CIMA OU PARA BAIXO;
DEPENDE DE QUE LADO ESCOLHEMOS ESTAR.
O QUE FAZER PARA TER UMA BOA SAÚDE?
(EVITAR O QUE CAUSA MAL)
O QUE FAZER PARA ESTAR DE BEM COM A VIDA E COM A FAMÍLIA?
(UM FATOR É PERDOAR, O OUTRO É FAZER O QUE É CERTO, POIS COLHEREMOS O QUE PLANTARMOS). -Joca Vitorino

Pensamento: "Leais são os ferimentos causados por um amigo, Mas muitos são os beijos do inimigo." (Pro. 27:6)


Viver é bom!



Eu nunca mais sorri depois que a conheci.
Viver é tudo o que você quiser, menos difícil. Viver é acordar, beber, comer, sair, jogar, dormir, respirar, sorrir, chorar, ler, escrever, desenhar, pintar, namorar e meditar.
Viver é uma forma de convite ao estímulo; venha sentir como é bom fazer isso ou aquilo!... Viver é poder raciocinar em como vai ser o seu dia. E se sentir bem por ter mais um dia, por ter família, por ter um lar para morar, por ter o pão de cada dia.
Os privilégios, as dádivas, as bençãos e proteção são fatores de viver. Quem dá é o Todo-Poderoso Criador dos céus e da Terra. Compreender e discernir -isso é viver.
Nunca mais o sorriso aliou-se a mim depois que a conheci. Eu era tão feliz!
Aprender a viver é preciso. Necessitamos de motivação e ela está em nós, esperando para ser declarada. Está bem à flor da pele, no olhar e no sorrir. Está no falar e no calar.
Viver é bom. É querer isso para si e para os outros. É ter e manter a positividade.
Meu sorriso tornou-se escasso até deixar de ser.
Como pode por um só motivo a felicidade escapar de alguém? Preste atenção.
A minha vida parecia música boa. Parecia uma sinfonia. A alegria sempre foi o meu par. Até que a tribulação fez tanta questão de mim, me perseguiu, me alcançou.
Hoje dei o troco e a resposta, pois encontrei-me escondido com a felicidade e voltei a ser feliz e disse tudo o que queria até que tornou-se intensa a minha alegria.
Viva Deus! Viva o tudo de bom. Viva o sabor e o som.
VIVER É BOM.
                                                          Joca Vitorino 

Pensamento: "Assim como o pássaro tem motivo para fugir e a andorinha para voar, Assim a maldição não vem sem nenhum motivo." (Provérbios 26:2)

domingo, 3 de abril de 2016

O tempo que fomos presenteados

O tempo e o imprevisto sobrevêm a todos. (Eclesiastes  9:11)
Que o nosso amado, santo e fiel Deus Jeová nos dê um bom dia de esperança e fé em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

Pensamento: “Abandonem toda imundície e todo vestígio de maldade, e aceitem com brandura a implantação da palavra que é capaz de salvar vocês.” (Tiago 1:21)

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Amor e respeito são sementes de viver

Quer ser feliz com a pessoa que elegeu para a sua companhia? Respeite. Parece incrível, mas o respeito é o maior estabilizador do casamento em quaisquer partes do planeta.
Segundo a Bíblia, o marido deve honrar a esposa até mesmo para que suas orações não sejam impedidas. (1 Pedro 3:7) Também a esposa tem que estar sujeita ao marido, sendo a pessoa secreta do coração, com espírito calmo e brando que é de grande valor aos olhos de Deus. (1 Pedro 3:1-4)
Granjeie respeito um do outro tratando-se como iguais.
Servir ao cônjuge aumenta o amor no casamento.
Não vise spenas o dinheiro, mss tenha apreço, boa espiritualidade, apoie decisões e sejam companheiros. (1 Cor. 13: 4-8)
Que o nosso querido e fiel Deus Jeová nos dê um bom dia de alegria e compreensão em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!
                    Joca Vitorino

Pensamento: "Ela vigia as atividades da sua casa, e não come o pão da preguiça." (Provérbios 31:27)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Quem planta vento...

Quem planta vento colhe tempestade.
A Bíblia conta situações para o controle de viver adequadamente seguindo princípios que Deus oferece para nós. Conta sobre Acabe, que conhecia, mas desconsiderou a Lei de Deus. (Deuteronômio 7:3)
Fala sobre a violação do pacto e da transgressão das leis divinas, sobre designações sem a aprovação e sem o consentimento de Deus e sobre a adoração de deuses que não Jeová, recebendo a invocação do mal por tais feitios. (Oseias 8:1-14)
Previna-se. Continue a seguir os ensinos divinos e viva mais, viva melhor.
Que o nosso maravilhoso e santo Deus Jeová nos dê um bom dia de observância e obediência em nome de nosso Senhor Jesus Cristo!

                 Joca Vitorino

Pensamento: "A vereda dos justos é como a brilhante luz da manhã que clareia mais e mais até a plena luz do dia." (Provérbios 4:18)